MOVIMENTO DOS CAMELÔS USAM A TRIBUNA PARA COBRAR MELHORIAS NO NOVO PÁTIO DA FEIRA

por CM SERRA publicado 12/06/2019 09h08, última modificação 12/06/2019 09h08

Durante a sessão desta segunda (10/05), na Câmara de Vereadores, os representantes dos camelôs de Serra Talhada fizeram uso da tribuna para pedir apoio aos vereadores contra o acordo feito entre Prefeitura e Ministério Público e Pernambuco para deixar as calçadas livres, melhorando a mobilidade urbana, acessibilidade de pessoas com necessidades especiais, idosos e população em geral.

O Tac - Termo de Ajustamento de Conduta, foi firmado em 2015 tendo como principal objetivo a desobstrução das vias e das calçadas públicas, que atualmente, estão sendo novamente ocupadas por vendedores ambulantes e donos de lojas que expandem o negócio até a calçada. 

A decisão foi cumprida, mas segundo os ambulantes, o pátio montado pelo governo municipal não tem estrutura para comercialização e já causa prejuízos, como explicou Maria, uma das ambulantes, que perdeu quase toda sua produção por conta da areia no local. “Levei 9 pastéis para vender, só consegui vender 2 para minha mãe e minha sobrinha, porque deu um redemoinho e encheu os pastéis de areia. Quando precisamos de água para lavar as mãos, temos que ir ao outro pátio pegar com uma garrafa. Isso prejudica nossos produtos e ficamos no prejuízo, sem conseguirmos vender e sem termos como pagar nossas contas em casa”.

Na ocasião, os vereadores entenderam a necessidade dos comerciantes e se organizaram em uma comissão para tentar resolver, junto ao prefeito Luciano Duque, os problemas apontados. “Nós montamos uma comissão, fomos até a Prefeitura Municipal, conversamos com o setor responsável e ficou decidido que os camelôs têm 90 dias para se regularizar e receber seus crachás de identificação. Além disso, foi definido uma fiscalização maior por parte dos vendedores que pagam a zona azul, vendem seus produtos e vão embora, levando o apurado para outras cidades”, afirma Zé Raimundo.

Ao final da sessão, o presidente da Câmara, Manoel Enfermeiro, informou que o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcos Oliveira, seria convocado à prestar esclarecimentos.

 

ROCHANY ROCHA

Assessoria de Imprensa

Jornalista – DRT/PI - 1543

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.